Implantes prontos para aplicação em até 6 semanas

Muitos dizem que o Sorriso é responsável pela primeira impressão deixada em uma apresentação, e isso com certeza é algo que todos querem causar a melhor impressão. Mas não só pela estética, o sorriso precisa estar em constante manutenção por questões de saúde e bem-estar. Para manter a Saúde Bucal sempre bem conservada é necessário que haja um Acompanhamento Dental Regular, onde o Dentista realize periodicamente todos os procedimentos de praxe, como Limpeza e Revisão.

Mesmo com todo o acompanhamento médico necessário o passar dos anos pode acabar causando alguns danos a Arcada Dentária, que podem ser reparados através da substituição destes dentes, que é recomendado que seja realizada através de Implantes Dentários. Este procedimento, porém, deve ser pensado com bastante cuidado, procurando um profissional qualificado e muito bem recomendado na área de Implantes Dentários e que trabalhe com materiais de altíssima qualidade e durabilidade.

Quando se fala em Implantes Dentários é muito importante pensar em qualidade, antes mesmo do seu preço e no material em que o produto será desenvolvido. Uma boa recomendação é o Implante Straumann, que oferece o melhor em qualidade certificado internacionalmente. Além de boas recomendações por seu material e durabilidade, existem algumas variedades de Implantes como o Implante Dentário Straumann Importado, que diferente dos demais Implantes que levam até 6 meses para serem confeccionados e colocados, os Implantes Importados Straumann levam apenas 6 Semanas. Esta diminuição do tempo de espera agiliza o tempo a iniciação do tratamento e a liberação do paciente para seguir com sua vida normalmente.

O investimento em um Implante Importado Straumann pode parecer maior se pensado em um curto período de tempo, porém se pensada a sua qualidade e durabilidade que pode ser oferecida com toda esta garantia de bom material, certamente será uma grande economia e um investimento para o seu bolso e qualidade de vida. Além do Implante Importado Straumann possuir um prazo muito mais rápido para estar apto a sua aplicação do que o Implante Dentário Comum, o tratamento pode ser ainda mais imediato se acompanhado do método da Cirurgia Sem Corte.

A Cirurgia Guiada, mais conhecida como Cirurgia Sem Corte, é uma Cirurgia de Implante Dentário onde não ocorre a necessidade de cortes a gengiva do paciente, pois com a ajuda de softwares é possível que o local determinado onde os Implantes Dentários serão aplicados eliminando assim o processo de corte para a procura destes locais. A união da utilização do Implante Importado Straumann com a Cirurgia Guiada, são capazes de trazer agilidade para o processo de Implantes, tanto no pré-operatório, por consequência do tempo reduzido de espera do Implante Importado Straumann que demora apenas 6 semanas, quanto no pós-operatórios que possui um tempo de recuperação muito mais curto, já que não existem grandes riscos de infecções por não haverem cortes.

A Cirurgia Guiada já é um Método de Implante Dentário realizado em Porto Alegre encontrado no Consultório do Doutor Rafael Pocztaruk, utilizado o Implante Dentário Importado Straumann se for a preferência do paciente, que chega em até 6 semanas.

O PROCESSO DA CIRURGIA GUIADA E SEUS DIFERENCIAIS

A Cirurgia Sem Corte surgiu como um facilitador para o processo de trabalho do Cirurgião Dentista e a Rápida Recuperação Bucal destes pacientes, já que utiliza de um mecanismo de última geração para a realização do Procedimento de Implante. O processo funciona de forma que tudo é realizado antes da Cirurgia de Implante Dentário e no momento do procedimento a Cirurgia é realizada Sem Corte, já que o Cirurgião Dentista já sabe o local específico onde o implante deve ser aplicado.

Este tipo de Cirurgia Sem Corte, também conhecida como Cirurgia Guiada funciona em três etapas. Em um primeiro momento o paciente realiza uma consulta para fazer o Escaneamento 3D da Face, para que seja utilizado na segunda fase. Depois deste processo, o Dentista trabalha por algum tempo sozinho em cima deste projeto, onde através de um software realiza toda a Cirurgia em um computador, descobrindo os pontos onde os Implantes Dentários devem ser fixados. Quando é chegado o momento da cirurgia o Cirurgião Dentista não precisa realizar cortes, já que os locais onde os Implantes Dentários serão posicionados já foram predestinados e a Cirurgia Guiada segue de forma tranquila e Sem Cortes.

Além de tornar o procedimento muito mais rápido e fácil a Cirurgia Sem Corte oferece um grande benefício que é a Anulação da Dor. O período de recuperação da Cirurgia Guiada também é muito menor do que quando realizado um Implante Dentário comum, já que não possui a recuperação de cortes e o risco de infecções é reduzidos a quase nenhum. Mas para obter o resultado esperado e receber um serviço com toda a qualidade e cuidado que a sua saúde merece, é preciso que seja realizado por um profissional experiente na área de Implantes Dentários com Cirurgia Guiada e esteja acostumado com este tipo de procedimento para estar apto a desenvolver o Implante de forma rápida, segura e com uma recuperação tranquila. Os Cuidados Pós-operatórios do Implante também tendem a ser menores, já que sem a ocorrência de cortes os cuidados com alimentação e repouso possuem um tempo maior de restrições e assim, você pode exibir um Sorriso Perfeito sem nenhuma preocupação em um curto período de tempo.

Existe uma pequena taxa de casos nos quais a Cirurgia sem cortes não pode ser aplicada, isso se refere a pacientes que possuem alguns problemas como na formação dos ossos e não possuem a estrutura necessária natural para a colocação do Implante Dentário. Em casos deste tipo, é recomendado que antes do Implante Dentário seja realizado outro Procedimento Cirúrgico para reparar este problema, e como já ocorre o corte devido a este procedimento, a Cirurgia Guiada não se encaixa como indicação para solucionar este caso. Mas nas demais situações, a Cirurgia Guiada tem se destacado como a melhor indicação por todas as suas vantagens.

Conheça os perigos de realizar um clareamento dental em casa

O Brasil é considerado um dos países com o maior número de pessoas preocupadas com a estética pessoal, o que acaba apresentando apostas nos mais diversificados procedimentos estéticos em nome da beleza. Para manter a vaidade sem um alto custo muitas pessoas optam por realizar alguns tratamentos em casa, seguindo algumas dicas encontradas em artigos na internet ou conhecidas através de conversas com familiares e amigos.

O clareamento dentário é um procedimento odontológico que exige sérios cuidados médicos, já que pode trazer vários efeitos colaterais para a vida do paciente, porém é um dos tratamentos mais comuns de serem realizados erroneamente em casa e sem supervisão de um médico. O tratamento dependendo das instruções de um médico até pode ser realizado em casa, mas toda a sua programação deve ser realizada por um profissional para evitar problemas como o desgaste excessivo dos dentes.

mulher_face

Para que o tratamento seja realizado de forma correta existem duas possibilidades: a utilização de uma moldeira, a qual o paciente utilizará em casa em casa conforme o tempo prescrito por seu médico ou o clareamento a laser, que é realizado exclusivamente em um consultório. Em ambos procedimentos é preciso que se tenha muito cuidado para não causar excessos e assim trazer problemas futuros para a sua saúde bucal, além do cuidado em evitar alguns alimentos durante e após o tratamento para não causar manchas nos dentes, como: café, chá, vinho, refrigerante e produtos com corante.

Fonte: Segs

 

Conheça tudo sobre o tratamento que vem sendo adotado para combater o mau hálito

O mau hálito é um problema que atinge pelo menos 30% da população brasileira e causa um grande constrangimento na vida de quem sofre com este problema, já que muitas vezes é algo perceptível pelas pessoas ao seu redor. Algumas vezes ainda ocorre da pessoa que possui o problema não percebê-lo e fica a cargo das pessoas mais próximas de informá-la sobre o problema e ajudá-la a resolver.

28082015_mauhalito-1(1)

Nestes casos de mau hálito a busca por um dentista é imprescindível, já que é necessário um diagnóstico específico sobre o caso para a escolha do tratamento ideal para cada caso. Um método que vem sendo muito utilizado em diversos casos é o laser, que pode ser utilizado de duas formas: no tratamento para uma maior produção de saliva, que é a responsável pela higienização da boca e ajuda a combater as bactérias que causam mau hálito; e agindo diretamente no local onde se encontra o biofilme, nome dado a bactéria causadora do mau hálito.

Em casos avançados do problema o tratamento intensivo para a remoção das bactérias se torna indispensável, porém é preciso lembrar que a higiene bucal deve ter uma manutenção diária. A escovação deve ser feita de forma correta, sem dispensar o uso do fio dental, além de ser muito importante a limpeza diária da língua, já que é o principal local onde o biofilme se aloja.

Fio-dental-como-passar-corretamente

Fonte: Folha de São Paulo

Nova Miss Universo é estudante de odontologia

Nova Miss Universo é estudante de odontologia

Fazem poucas semanas que a Miss Universo 2017 se fez conhecida, através do concurso realizada na 65a edição do evento apresentado por Steve Harvey, que voltou a apresentar o evento depois do incidente em que errou ao anunciar a candidata vencedora em 2015. O concurso contou com a participação de 86 candidatas que passaram por diversas etapas classificatórias, com um período de duração de 3 horas.

A grande vencedora desta edição foi a bela Iris Mittenaere, que se consagrou como a segunda francesa da história a conquistar a coroa. Além de se tornar referência de beleza para o mundo, a miss prova que também se preocupa com o bem-estar de todos e sua saúde bucal, já que é estudante de odontologia e se orgulha da profissão escolhida.

“Quero ajudar as pessoas, quero entender as pessoas, quero conhecer as pessoas, é por isso que isto é um sonho para mim”.

C3aFI0OWcAA0kWk

A miss ainda revela ter sentido-se surpresa com a conquista do título e disse que foi como uma bênção, pois tudo no concurso foi como um sonho maravilhoso em sua vida. Agora é só esperar para ver como será a posse da nova miss e torcer por seu sucesso na odontologia.

Fonte: UOL Notícias

Como limpar sua dentadura?

Taí uma pergunta que de vez em quando me fazem e que vale um post exclusivo pra respondê-la: “Dra., como é que limpo minha dentadura?”. Não tem segredo, mas vale dar algumas dicas. Essas dicas valem para próteses removíveis de forma geral, parciais ou totais (entenda a diferença entre esses tipos de prótese aqui: Prótese em Odontologia: Um Guia).

Higienize sua prótese após cada refeição, da mesma forma que faria se tivesse os dentes.

Escova para dentadura

imagem1

Siga os passos:

  1. Remova a prótese e CUIDADO onde você a coloca. É bem nessa hora que acontece a maioria dos acidentes que levam à quebra da prótese, quando ela cai no chão ou dentro da pia, mesmo. Deixe-a dentro da pia com um pouco de água, por exemplo, ou num copo (não um copo na beira da pia, mas dentro dela, pra diminuir a chance de acidentes). Outra dica é colocar uma toalha dentro da pia, assim, se a prótese cair, a tolha vai amortecer o impacto.
    .
  2. Use uma escova macia. Pode ser escova de dentes? Até pode… mas não precisa ser. O importante é que seja uma escova macia. Existem escovas próprias pra limpeza de próteses (veja a foto, acima), sugiro que você adquira uma. Essas escovas, que podem ser compradas na farmácia, têm cabo anatômico e cerdas com as pontas arredondadas, e têm 2 lados: um lado com mais cerdas pra limpeza da parte de fora da prótese e outro lado com menos cerdas pra limpar a dentadura por dentro.
    .
  3. Escove sua prótese usando pasta de dentes não-abrasiva (as abrasivas podem riscar a dentadura, o que a deixa feia com o passar do tempo e facilita a retenção de resíduos alimentares) ou, simplesmente, sabão neutro.
    .
  4. Enxágue a prótese em água corrente. Não use água quente, pra não correr o risco de deformá-la e ela perder a adaptação à sua boca.
    .
  5. Confira se você limpou direito! Se precisar, escove e enxágue novamente.
    .
  6. Pelo menos 1 vez por semana deixe sua prótese num copo d’água com 2 gotas de água sanitária durante 30 minutos. Enxágue BEM pra tirar o gosto de Quiboa. ???? Uma alternativa (mais cara) é usar pastilhas efervescentes pra fazer essa higienização semanal. A vantagem é que fica um gostinho de menta depois. Você pode escovar a prótese com a solução efervescente, também.
    .
  7. Coloque a prótese novamente. Mas antes, faça um bochecho com água ou enxaguante bucal e massageie a sua gengiva com uma escova de dentes macia. Lembre-se, ela agora está limpinha… sua boca deve estar limpa pra recebê-la, também.

O vídeo abaixo, da Dra. Lilian Guedes, ajuda a entender:

Precisa tirar a prótese pra dormir?

Eu não diria que é obrigatório, mas é o ideal. A questão é que muita gente tem vergonha ou não se sente confortável em tirar a dentadura… nem pra dormir. Uma vez fiz uma prótese total superior para uma senhora e, quando recomendei que ela dormisse sem, ela me afirmou ser impossível, já que o seu marido não sabia que ela usava prótese e, assim, ele descobriria. Pois é. Num caso – surpreendente – como esse…

De qualquer forma, é importante remover a dentadura pra dormir para que os tecidos bucais não fiquem sob a ação da prótese e, também, pra diminuir a proliferação de microrganismos. Dormir com a dentadura pode levar à diminuição da sua estabilidade e da sua retenção, já que a pessoa tende a apertar os “dentes” durante o sono, o que configura uma parafunção (hábito atípico prejudicial).

Cuide bem da sua prótese!

É importante ter em mente que usar prótese total não significa nunca mais ter que ir ao dentista. Já expliquei aqui no blog que dentista não cuida só de dente, então esteja ciente: sua gengiva (mucosa), língua, etc. continuam precisando de supervisão, assim como a própria dentadura, que um dia vai se desgastar e precisará ser trocada. Quer que sua prótese dure mais? Cuide bem dela.

Fonte: Medo de Dentista

A restauração ficou muito alta? Volte ao dentista!

Uma restauração alta demais pode causar sobrepeso e até trauma dentário, por isso não espere o tempo desgastá-la

Restauração dentária nada mais é do que fazer uma reconstrução do dente com resina ou amálgama. Normalmente esse trabalho fica perfeito e o paciente vai para a casa com seus problemas resolvidos. No entanto, há a possibilidade de ela ficar alta demais ou um pouco baixa. E o que essa matéria pretende te contar é que se isso aconteceu com você, é melhor remarcar uma consulta.

Normalmente quando a restauração fica alta dá para perceber ainda na consulta quando o paciente fecha a boca e sente os dentes se encostando

A verdade é que uma restauração não pode ficar alta nem baixa, ela precisa ficar na altura certa. Mas por que essa desigualdade pode acontecer? Segundo Dennys Baêta Rocha, cirurgião-dentista especialista em Odontologia Estética e Restauradora, isso acontece quando o profissional não tem referência da anatomia original daquele dente e se baseia nos conhecimentos que tem sobre anatomia dentária em geral para recriar o desenho do dente a ser restaurado.

“Não é um erro de cálculo, mas se o dentista observa bem as características dos dentes equivalentes e dos antagonistas e tem conhecimento sobre anatomia dentária e uma boa técnica restauradora, os ajustes tendem a ser mínimos”, diz o especialista.

Volte ao dentista
Normalmente quando esse problema acontece dá para perceber ainda na consulta quando o paciente fecha a boca e sente os dentes se encostando. Mas às vezes, por estar deitado na cadeira do dentista com a mordida em uma posição um pouco diferente de quando está em pé, essa diferença não é percebida na hora.

Nessa hora pensamentos como: “deixa quieto, com o tempo ela desgasta” podem causar ainda mais problemas. “É importante comunicar ao dentista e retornar para novo ajuste. Se a restauração de fato estiver mais alta, mesmo que depois um ou dois dias isso já não seja tão perceptível ou incômodo, passa a existir o risco de trauma dentário e quebra da restauração, entre outros possíveis prejuízos”, diz Dennys.

Um trauma dentário pode acontecer porque como o dente em questão está mais alto, ele será o primeiro a receber toda a carga da arcada superior e ficará sobrecarregado. Pense em um grupo de pessoas carregando acima da cabeça algo bem pesado. O mais alto sofrerá mais com essa situação, não?

“Se a restauração fica alta, dente e restauração trabalham com sobrecarga, o que pode danificar a restauração, traumatizar o dente e sua estrutura de suporte, deixando o dente dolorido ou até com mobilidade, ou ainda levar a alguma alteração em nível de musculatura e articulação temporomandibular”, diz o especialista.

Já se a restauração ficar baixa (suboclusão), o dente não participará tão efetivamente da função mastigatória da boca e tanto ele quanto o seu antagonista podem mudar de posição pela falta do equilíbrio oclusal.

Fácil de resolver
Apesar dos transtornos serem severos, resolver esse problema é mais fácil do que parece. “O dentista pode resolver isso conferindo os contatos dentários logo após a conclusão das restaurações e periodicamente nas revisões clínicas dos pacientes, buscando eliminar os eventuais contatos traumáticos e deixando as arcadas dentárias numa situação que chamamos de equilíbrio oclusal: contatos dentários equilibrados em diferentes posições, estáticas e dinâmicas”, diz o especialista.

Uma forma de fazer essa conferência ainda na consulta é realizando a verificação dos contatos através de marcações com carbono odontológico diretamente sobre o dente recém-restaurado.

Fonte: Terra

Dentistas já podem usar botox para fins estéticos

CFO autorizou a classe a utilizar a toxina botulínica para tratamentos estéticos em praticamente toda a face causando polêmica.

O plenário do Conselho Federal de Odontologia autorizou os cirurgiões-dentistas a usarem a toxina botulínica, o popular botox, e os preenchedores faciais tanto para fins terapêuticos (como já era permitido), como para fins estéticos em praticamente toda a face em seus pacientes. Os dentistas, claro, comemoraram essa regulamentação que era uma luta antiga da classe.

Para pacientes com queixa de sorriso assimétrico, sorriso gengival e alguns tipos de assimetrias faciais a toxina botulínica age trazendo equilíbrio muscular e harmonização estética

 

Mas antes de entender essa nova permissão, e suas polêmicas, vamos explicar como o botox pode ser usado na odontologia. O papel da toxina botulínica nesta área pode ser terapêutico ou estético.

“Para pacientes com queixa de sorriso assimétrico, sorriso gengival e alguns tipos de assimetrias faciais a toxina botulínica age trazendo equilíbrio muscular e harmonização estética”, diz Flávio Luposeli, dentista, diretor da Luposeli Spa Odontológico e pioneiro nessa área.

Mas o botox pode trazer ainda mais benefícios para a odontologia. “Existem pacientes com dores orofaciais de origem muscular e apertamentos dentários que quando estão em tratamento odontológico convencional podem ser controlados com toxina botulínica, sobretudo quando outros recursos não puderem ser eleitos”, diz o especialista.

Entenda a nova regra
Na verdade, o cirurgião dentista pode usar a toxina botulínica para fins estéticos, desde 2014. “A questão é que não estavam claros, em termos legais, os limites de atuação da odontologia na face para finalidades estéticas”, diz Flávio.

Com a nova resolução deste ano, a CFO autorizou os dentistas a trabalharem com essa substância para fins estéticos em praticamente toda face. “Na prática, agora o dentista pode atuar em toda a face em procedimentos estéticos não cirúrgicos e até a altura das sobrancelhas em procedimentos clínico-cirúrgicos”, diz o especialista.

Á polêmica e seus dois lados
A polêmica envolvendo esse assunto existe por que alguns dermatologistas alegam que certas regiões da face não são áreas de trabalho do cirurgião-dentista e sim deles, ainda mais no âmbito estético.

“O que eles ou vocês achariam se eu, um dermatologista, quisesse fazer um clareamento dental nos meus pacientes? Afinal, por que eles estão fazendo isso? Para beneficiar quem? Essa prática pode ser um risco para o paciente, pois para lidar com preenchimentos faciais estéticos é preciso capacitação, habilitação e formação. Essa nova regulamentação do CFO me preocupa bastante, acho que a coisa está sendo um pouco banalizada”, diz Gabriel Gontijo, Presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

Ainda segundo ele, já existem documentos que provam que essa medida está trazendo diversas complicações para os pacientes, que “ingenuamente” estão se submetendo a tratamentos estéticos faciais com dentistas.

Mas essa postura da SBD é apenas contra o uso do botox por dentistas na área estética. “Para fins terapêuticos a gente não só é favor, como inclusive indicamos que tratamentos para problemas de oclusões ou dores musculares na face, por exemplo, sejam feitos com a toxina botulínica em consultas odontológicas”, completa Gabriel.

Em contrapartida, Flávio discorda e defende que a harmonização facial faz parte da competência do cirurgião-dentista sim e que o que está em jogo nessa polêmica são outros interesses que não só os do paciente.

“A polêmica é normal porque mexe com questões mercadológicas. Contudo, face não é uma área de atuação exclusiva do dermatologista. Nós, cirurgiões-dentistas temos uma formação em anatomia de face tão boa quanto os médicos têm formação cirúrgica, tanto que operamos há muito tempo pacientes com trauma de face e fazemos cirurgias corretivas nessa região de maneira plenamente legal”, diz o especialista.

Fonte: Terra

Coisas que seu dentista sabe ao examinar a sua boca

Embora muita gente tente, não dá pra enganar o dentista. Sabe aquela estratégia de escovar os dentes durante meia hora antes da consulta pra tentar convencer o dentista de que você tem o hábito de escovar os dentes – e usar o fio dental – 9 vezes por dia? Não cola. A gente sabe quando uma pessoa tem bons hábitos de higiene e, principalmente, quando eles não são tão bons assim.

dentista em porto alegre
dentista em porto alegre

Quando seu dentista pede que você abra a boca, ele não olha só para os seus dentes. Tem muita coisa além de dentes pra se ver. Gengiva, mucosas, língua, estruturas anatômicas. E principalmente a saúde gengival tem importantes implicações sobre a saúde geral. Como diz o Dr. Stuart Froum, ex-presidente da Academia Americana de Periodontia: “Se o olho é a janela para a alma, a boca é a janela para o corpo”. 

Problemas de saúde sistêmicos costumam manifestar-se com mais frequência na gengiva do que nos dentes mas, surpreedentemente – ou não -, as pessoas dão mais importância para o dentes. “Eu recebo no consultório pessoas elegantes, muito bem vestidas, homens e mulheres, cabelos e unhas impecáveis… que, porém, não visitam um dentista há vários anos”, diz. Quase 50% dos adultos têm algum tipo de doença gengival, que é a principal causa de perdas dentárias e pode revelar muitos outros problemas de saúde (doença cardíaca, diabetes), também.

Eis 6 coisas que um dentista pode dizer após examinar você:

Que você tem anemia

Se você tem a gengiva esbranquiçada, pode estar com anemia. Quando se tem deficiência de ferro no organismo, a gengiva pode perder a coloração vermelha / rosada normal.

Que você usa remédios controlados

O uso de antidepressivos (Prozac, Paxil, Zoloft), por exemplo, pode causar xerostomia, que é a diminuição ou ausência de saliva. A falta de saliva é ruim para a gengiva e para os dentes, aumentando a chance de cáries e problemas gengivais. Alguns anti-histamínicos, que são remédios usados pra tratar alergias, têm efeito semelhante sobre o fluxo salivar. Existem formas de estimular a salivação e até, se necessário, pode-se usar saliva artificial. Mas não é porque o seu dentista pode suspeitar que você usa esses medicamentos que você deve esconder dele essa informação, hein?! Você deve sempre informar o uso contínuo de qualquer remédio ou substância, inclusive as ilegais. Fique tranquilo, isso fica entre vocês. ????

Que você está estressado

Pessoas estressadas têm maior nível de cortisol no organismo, um hormônio fortemente associado com a susceptibilidade à inflamação, e que também torna mais difícil para o seu corpo o combate a infecções. Isso quer dizer que pessoas estressadas têm mais propensão à gengivite, que pode ser o início de um problema periodontal mais sério, levando, em última instância, à perda de dentes. Sem contar que pessoas estressadas e preocupadas acabam dando menos atenção à higiene bucal, o que piora a situação.

Que você tem diabetes

Abscessos dentários ou gengivais são mais comuns em pessoas que têm diabetes. Além disso, perguntas simples que serão feitas durante o exame físico podem revelar o problema: muita sede, mais fome, vontade constante de fazer xixi, fadiga, perda de peso. O dentista, claro, não trata diabetes, mas vai encaminhar você pra um médico pra tratar.

Que você pode ter doenças autoimunes

Como lúpus e doença de Crohn (uma doença inflamatória intestinal). Essas doenças costumam ter manifestações bucais (geralmente manchas avermelhadas). O líquen plano, outra condição que parece estar ligada à função imunológica, causa frequentemente feridas na pele e manchas brancas na boca. Essas manchas podem ser sensíveis ou dolorosas e levar ao surgimento de úlceras. A gengivite e a hiperplasia gengival podem ser sintomas precoces de leucemia (câncer no sangue), por exemplo.

Que você pode ter problemas cardíacos

Doenças no coração podem estar associados a doenças da gengiva, embora não haja uma relação de causa e efeito direta. Ainda assim, as pessoas com problemas periodontais são mais propensas a desenvolver doenças cardíacas. Acredita-se que a relação está na presença da inflamação crônica.* *

Considerando tudo isso, fica claro que a boca não é uma entidade separada do corpo, e que existe uma via de mão dupla: doenças bucais podem causar ou favorecer o desenvolvimento de doenças em outras partes do corpo, assim como doenças sistêmicas podem manifestar-se na boca. Isso, em si, já é razão mais do que suficiente pra nos fazer, pelo menos, uma visita anual

Baseado em Business Insider

O novo sorriso do craque Neymar

O craque Neymar resolveu investir na aparência e deu uma modificada em seu sorriso. O jogador colocou lentes de contato nos dentes, as famosas facetas.

lente de contato dental neymar
lente de contato dental neymar

O resultado, além de dentes mais brancos, é que o jogador acabou ficando com um sorriso mais reto e sem os dentes caninos tão pontudos quanto eram antes.O tratamento já foi realizado por vários famosos como Ronaldo Fenômeno, Ronaldinho Gaúcho, Cristiano Ronaldo entre outros.

“As lentes de contato dele, feitas sob microscopia, novas tendências em resultados de altíssima performance”,escreveu o dentista responsável pelo tratamento.

Fonte: Vida de Dentista